Ontem fiz uma postagem pedindo transparência da Diretoria quanto às quantias recebidas de indenizações e quanto estaria sendo empregado para contratar jogadores de reposição. Hora de criticar, criticar. Hora de elogiar, elogiar. Parabenizo o nosso presidente (Milton, votei em você) pela atitude de ontem de tentativa de dar um pouco mais de transparência quanto aos valores de transações de jogadores. Louvável atitude. Mostra que é uma pessoa sensível às cobranças dos torcedores. Agora só uma observação: ele falou uma coisa óbvia-ululante ontem: que apesar de estar recebendo certas quantias, o SPORT não poderia ser considerado rico, pois esses valores não poderiam ser contabilizados como lucros, pois o SPORT iria contratar outros jogadores para reposição onde esse dinheiro seria gasto. Claro!! Ou será que esse dinheiro ficaria debaixo do colchão?? Claro que teria de ser gasto, e bem gasto, para se contratar. Até porque, perdemos jogadores de qualidade que vão fazer falta.