CBF descarta mudanças radicais no calendário do futebol brasileiro