Flamengo lutou olhos nos olhos com o Liverpool, mas o que falhou?

por em às 12:24




Na coletiva de imprensa, após a derrota por 1-0 contra o Liverpool, após prorrogação, Jorge Jesus garantiu que o Flamengo lutou “olhos nos olhos contra o melhor time da Europa”.

O técnico português garantiu também que nessa final do Mundial de Clubes não existiram grandes diferenças entre os dois times.

Mas o que será que faltou ao Flamengo para conseguir aguentar as transições ofensivas letais do Liverpool até ao final? Será que essa estrutura de um jogo do Mundial de Clubes é justa para os times vencedores da Copa Libertadores?

Foi uma luta desigual nessa final do Mundial de Clubes?

Antes mesmo de analisarmos o que falhou na exibição do Flamengo de Jorge Jesus é importante realçar a diferença de orçamentos entre os dois times.

Mesmo o Flamengo tendo feito o maior investimento da sua história nesse plantel da temporada 2019, a verdade é que o orçamento do Liverpool para o futebol é dez vezes superior ao do time campeão brasileiro.

Também por causa da diferença de forças dos dois times, antes mesmo do início dessa final- um dos jogos mais aguardados dos últimos anos pelos brasileiros-, nem mesmo as casas de apostas davam grandes chances para o Flamengo levar seu segundo título de melhor time do mundo. Prova disso foram as odds disponíveis pela esporte net apostas online.

Flamengo conseguiu se bater melhor do que esperado?

Avaliando todas essas diferenças, que fazem com que o time do Liverpool seja uma verdadeira seleção intercontinental, juntando vários jogadores de topo dos seus respetivos países, o Flamengo acabou se defendendo muito bem durante quase 100 minutos.

Mesmo tendo tido inícios no primeiro e segundo tempos muito atribulados, contando sempre com um Diego Alves muito inspirado, o Flamengo optou sempre por manter a posse de bola para reduzir o ritmo de jogo do Liverpool, que é naturalmente superior.

Vale a pena também realçar que o Flamengo terminou essa temporada com 76 jogos nas pernas, enquanto o Liverpool apenas ainda só completou 27 jogos.

O que fez com que o sonho do Flamengo terminasse?

Após alguma polêmica com o lance do possível cartão vermelho para o Rafinha, o time do Flamengo acabou cedendo um pouco fisicamente em todo o período da prorrogação.

Prova disso foi no único gol da partida, do brasileiro Roberto Firmino. Com muita facilidade, em um contragolpe letal, Mané e Firmino acabaram surgindo em um 2 para um zagueiro do Flamengo.

Assim, com muita tranquilidade e capacidade técnica, Firmino tirou o goleiro e o último zagueiro da frente, para finalizar com o gol vazio. Sendo coincidência ou não, Firmino foi quem destruiu o sonho do Flamengo nesse Mundial, quando ele não conseguiu brilhar em um único time no Brasil, antes de ter saído para o Campeonato alemão.

Qual é o destino desse time dominador do Flamengo?

Tendo o Flamengo oficialmente terminado essa temporada de 2019, que foi a melhor de toda sua longa histórica, conquistando o Brasileirão e a Copa Libertadores, muitas questões têm de ser respondida para a próxima temporada.

Será que o Flamengo vai manter alguns de seus melhores jogadores, como o Gabigol ou até o Bruno Henrique? E o que vai acontecer com o técnico Jorge Jesus, que nem na coletiva após o jogo escondeu que ainda sonha poder conquistar a Liga dos Campeões com um time europeu?

Na verdade, Jorge Jesus pode ser a peça fundamental para que a hegemonia do Flamengo no Brasileirão e na Copa Libertadores possa se manter. Mas será que vai mesmo ficar por mais um ano, quando sua paixão continua sendo Portugal?

As boas notícias para os flamenguistas é que, na coletiva após o jogo, o técnico português não escondeu que o objetivo agora do Flamengo é de carimbar uma “hegemonia no futebol brasileiro”. Será que esse ataque a uma hegemonia não ficará comprometida sem o comando do português?