Sport vê retorno para a Série A mais próximo e faz Adryelson sonhar com a Seleção Brasileira

por em às 10:53




O Sport é uma das principais surpresas na Série B, principalmente no 2º turno da competição. Uma notícia boa, não apenas para os torcedores do Leão, mas também para alguns jogadores que sonham em disputar o Brasileirão para ganhar destaque. Terminar a competição no G4 e conseguir o acesso seria fundamental para o zagueiro Adryelson, que sonha em disputar as Olimpíadas pelo Brasil Sub-23 e, em sequência, ganhar espaço na equipe de Tite.

Até o final da 29ª rodada, o Sport aparecia com 52 pontos na vice-liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. Na tabela oficial da Confederação Brasileira de Futebol, a equipe estava atrás apenas do Bragantino e lutando para tirar a desvantagem de seis pontos. Porém, pensando no acesso, o aproveitamento de 59% durante todos esses jogos parece mais que suficiente para conseguir se manter no G4.

Bastidores de Sport 2×1 Bragantino – 21ª rodada do Brasileiro

Esse bom momento da equipe não veio de forma fácil, já que a temporada 2019 não começou do jeito planejado. O antigo treinador Milton Cruz fez toda a preparação da pré-temporada, mas acabou saindo após apenas sete jogos. Ele teve um aproveitamento de 57,1%, tendo quatro vitórias e três derrotas, e pediu demissão após uma sequência de resultados negativos contra a Tombense, pela Copa do Brasil, e contra o rival Santa Cruz.

Para o lugar do antigo técnico, a diretoria do Sport agiu rapidamente e anunciou Guto Ferreira. A mudança acabou sendo positiva, mesmo que demandando alguns jogos para a adaptação. Na apresentação do treinador, como lembra reportagem do portal Lance, ele já mostrava um certo otimismo com a temporada. Atualmente, as 13 vitórias e os 42 gols marcados na Série B falam pela campanha do comandante do Leão no ano.

Sonhando alto

O desempenho do Sport na Série B não é comemorado apenas pelo treinador ou pelos torcedores. O zagueiro Adryelson é um dos mais interessados no sucesso do clube, já que assim pode ganhar mais visibilidade no futebol nacional. Recentemente, uma reportagem do portal Globoesporte mostrou a influência que o jogador pernambucano tem na equipe Sub-23 do Brasil. Ele sonha em disputar as Olimpíadas de Tóquio em 2020.

Com 21 anos e uma rápida passagem pelo Palmeiras, o camisa 34 do Sport ganhou chance no time principal ainda em 2018. Porém, o péssimo momento da equipe prejudicou qualquer chance que ele tinha de aparecer bem. O Leão chegou a ficar 11 partidas sem vencer no Brasileirão e acabou rebaixado no final da temporada. Foram apenas 39 pontos conquistados em 38 rodadas dentro de campo.

Já em 2019, Adryelson ganhou espaço com Guto Ferreira e não saiu mais do time titular, formando dupla de zaga com Thyere. Os poucos gols sofridos pelo time pernambucano (apenas 27 até a 28ª rodada), deixa o zagueiro sonhando com algo a mais. A ideia do jogador é subir com o Sport, jogar bem na elite nacional e, com os jogos no Brasil Sub-23, buscar uma chance nas listas de convocados por Tite.

Até o Mundial

Apesar de parecer distante, o sonho de Adryelson pode se concretizar no futuro. A Seleção Brasileira precisa renovar alguns convocados, principalmente no sistema defensivo, para confirmar o favoritismo que tem para o Mundial de 2022. No dia 19 de outubro, o Brasil aparecia na frente da França e da Espanha nas projeções do site de apostas esportivas Betway. Tite teria uma vantagem de 15,4% na disputa da taça. Ou seja, uma margem pequena contra os rivais europeus.

Caso o zagueiro consiga uma convocação, o Sport voltaria a ter um jogador na seleção brasileira depois de quase três anos. A última vez que isso aconteceu foi em março de 2017, quando o meia Diego Souza ganhou uma chance nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, quando foi convocado para as partidas contra Uruguai e Paraguai. Antes disso, o último convocado havia sido o volante Leomar, que disputou a Copa das Confederações de 2001.

DIEGO SOUZA FALA SOBRE CONVOCAÇÃO PARA SELEÇÃO

A chance de Adryelson pode ser uma realidade, mas a equipe precisa confirmar a boa temporada até dezembro. Guto Ferreira tem o elenco na mão, apoio da torcida e competência para conseguir o acesso. Também será importante, caso o G4 se confirme, um planejamento melhor do que em 2018 para se manter na elite do futebol nacional. Torcedores e jogadores merecem ter o Leão na Série A do Campeonato Brasileiro.