Sport perde para o Vitória e segue sem pontuar no retorno do brasileirão

por em 27/07/18 às 0:46




Não é o mesmo Sport do começo deste Brasileirão. Longe disso. Sem fome de bola, um “pálido” Sport foi derrotado na noite desta quinta-feira por 1×0 para o Vitória, no Barradão, chegando ao seu quinto jogo sem vencer nesta Série A. O resultado jogou o Leão para a 12ª colocação na disputa, com 19 pontos ganhos, a apenas três de distância da zona de rebaixamento. Para piorar a situação leonina, o próximo confronto será novamente fora de casa e contra o líder da competição, o Flamengo, no Maracanã;

Dentro de campo, as duas equipes maltrataram a bola no primeiro tempo. Cheio de mudanças em relação ao último jogo, quando foi goleado por 4×1 pelo rival Bahia, o Vitória mudou seis peças e mesmo conseguiu expor todas as suas deficiências, sem assustar os visitantes. Já o Sport manteve o mesmo time e até melhorou a postura em campo, chegando duas vezes perto de marcar, mas continua sentindo muito a falta de Anselmo no meio de campo. No ataque, Rafael Marques destoou do restante do time, fazendo outra partida muito fraca.

As melhores chances vieram com Michel Bastos. Aos 23 minutos, o meia pegou sobra da zaga e mandou uma bomba, com a bola raspando a trave de Ronaldo, já batido no lance. Mas, cinco minutos, a melhor delas. Numa das poucas roubadas de bola do Sport, Fellipe Bastos lançou Michel Bastos, que teve tempo de ajeitar o corpo e tirar do goleiro, mas exagerou na dose e tocou para fora, perdendo gol incrível.

Na etapa final, a bola continuou sendo maltratada pelas duas equipes. Sem criatividade dos dois lados, o jogo ficou em banho-maria nos primeiros 15 minutos. Até que André Lima puxou rápido contra-ataque e abriu na esquerda para Erick (ex-Naútico), que veio puxando para o meio sem ser muito incomodado e bateu de direita, rasteiro, sem chance para Magrão e abrindo o placar: 1×0. O gol não acordou os pernambucanos, que caíram de rendimento e voltaram a jogar um futebol burocrático como nas rodadas anteriores.

Mesmo com a fragilidade do Vitória, o Sport pouco conseguiu criar. E quando criava, desperdiçava. Como aos 39 minutos. Após cruzamento, Gabriel dominou e tocou para Hygor só completar para o gol, mas o atacante trocou equivocadamente com a perna errada e chutou em Ronaldo, sem conseguir ter a consciência para tirar um pouco a finalização para o lado. Fim de jogo e começo de crise na Ilha do Retiro.

Foto: Arisson Marinho/ Correio

FICHA TÉCNICA:

Vitória 1
Ronaldo; Ramon, Ruan Renato, Aderllan e Matheus; Arouca, William Farias, Yago (Marcelo Meli), Luan (Erick) e Neílton; André Lima (Walter Bou). Técnico: Vágner Mancini.

Sport 0
Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Léo Ortiz e Sander; Fellipe Bastos, Deivid (Carlos Henrique), Michel Bastos, Gabriel e Rafael Marques (Marlone); Rogério (Hygor). Técnico: Claudinei Oliveira.

Local: Barradão (em Salvador).
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Luiz Alberto Andrini Nogueira (ambos de SP).
Gol: Erick (aos 15 do 2ºT).
Cartões amarelos: Aderllan (Vitória). Rafael Marques e Deivid (Sport).
Público: 5.706. Renda: R$ 57.706,50.