Sport vende direitos econômicos e federativos de Diego Souza para o São Paulo

por em 07/01/18 às 17:13




Diego Souza não é mais do Sport. A arrastada negociação com o São Paulo teve um desfecho, e o meia defenderá o Tricolor Paulista agora. Após ter sido liberado pela diretoria rubro-negra dos primeiros treinos de 2018 para poder comprar um imóvel nos Estados Unidos, o meia de 32 anos tinha volta prevista ao clube no último sábado e também não reapareceu neste domingo, quando o diretor de futebol do São Paulo, o ex-jogador Raí, esteve no Recife e enfim concluiu a transação – confirmada pelo site oficial do Sport.

Os clubes não confirmam valores, mas, segundo apuração da reportagem do Superesportes, o Sport lucrará cerca R$ 10 milhões. Especula-se ainda que a venda corresponda ao repasse dos 45% dos direitos econômicos do atleta dos quais os rubro-negros eram donos (o restante pertence a Fluminense e empresários).

Vindo do Metalist  Kharkiv, da Ucrânia, o meia chegou no Sport em 2014, deixou a Ilha do Retiro no início do ano seguinte para defender o Fluminense, mas retornou logo em seguida, fazendo a diretoria leonina desembolsar R$ 2,5 milhões por 45% dos direitos econômicos dele. Pelo Rubro-negro, Diego Souza fez 173 partidas e marcou 57 gols e deu assistências para 33 gols, participando diretamente de 90 gols com a camisa do Leão.

Alguns feitos de Diego Souza com a camisa do Sport:

Quatro convocações para a seleção brasileira vestindo a camisa do Sport.
Autor do gol mais rápido da história da seleção brasileira, como atleta do Sport.
Primeiro jogador do Sport a se tornar artilheiro do campeonato brasileiro, na edição de 2016.
Comandou o Sport para a maior sequência de participação no brasileirão de pontos corridos (2014-2018)
Maior artilheiro do Sport na história do campeonato Brasileiro com 38 gols (superando Leonardo).