Aposte em Bumbet

Sport sofre apagão no começo do jogo, tem reação, mas não consegue vitória contra o Fluminense

por em 02/08/17 às 23:19

O Sport pagou caro por um início de jogo desatento, nesta quarta-feira, na Ilha do Retiro. O Fluminense se aproveitou, abriu 2 a 0, forçando o Leão a buscar a reversão da vantagem. Não faltou luta. Grande parte da partida foi de pressão da equipe rubro-negra, que chegou ao empate em 2 a 2 no início do segundo tempo. Teve quase toda a etapa para virar, mas parou na retranca do adversário, que saiu no lucro com a igualdade ao fim do confronto.

Confira os melhores momentos aqui.

Foi um primeiro tempo de jogo eletrizante, em que o Fluminense começou mais ligado e foi recompensado por isso. O time carioca se aproveitou da apatia inicial do Sport e não desperdiçou as oportunidades criadas. Com oito minutos, Gustavo Scarpa acertou um belo chute de fora da área, abrindo o placar. Aos 13, Renato Chaves fez de cabeça. Enquanto isso, o Leão errava passes e não conseguia sequer ameaçar a meta do adversário. Estava difícil.

Com a vantagem confortável, o Fluminense recuou e o Sport melhorou muito, enfim, entrando no clima elétrico da partida. Os erros diminuíram e as chances começaram a aparecer. Principalmente pelo lado direito, com Lenis sendo muito acionado, o Leão pressionava o adversário. E foi dali que, aos 32, após cruzamento do colombiano, André marcou de cabeça, diminuindo o placar. Foi um início, então, de uma pressão ainda maior, com a força da torcida, que já começava a reclamar, mas que voltou para o lado do time com o gol.

Embora as chances tenham surgido, como numa cabeça de Rithely que o goleiro Júlio César defendeu milagrosamente, o Sport terminou o primeiro tempo na desvantagem. Foi para o vestiário sabendo que teria que voltar no mesmo ritmo se quisesse chegar ao empate. E assim o fez. Tanto que, aos três minutos, conseguiu o gol, com Patrick, após grande jogada individual e bela finalização. O caminho para a virada estava aberto e o Leão teria toda a etapa final para isso.

Pressão

A pressão foi enorme, aumentando ainda mais quando Orejuela foi expulso e o Sport ficou um jogador a mais. A presença do Leão no campo de ataque tornou-se constante. Recuado, o Fluminense mal passava do meio campo. Com a entrada de Osvaldo e depois de Thomás, Vanderlei Luxemburgo renovou o gás da equipe rubro-negra, que conseguiu manter o ritmo, apostando nas jogadas em velocidade pelas pontas. Estava difícil, porém, furar a retranca dos cariocas, que conseguiram segurar o empate em 2 a 2 até o fim.

Ficha do jogo

Sport 2
Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Mena; Patrick, Rithely, Everton Felipe (Thomás), Reinaldo Lenis (Osvaldo) e Diego Souza; André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Fluminense 2

Júlio César; Lucas, Henrique, Renato Chaves e Marlon; Orejuela, Marlon Freitas, Wendel (Matheus Norton) e Gustavo Scarpa; Wellington Silva (Peu) e Henrique Dourado (Marquinhos Calazans). Técnico: Abel Braga

Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP). Assistentes: Bruno Salgado Rizo (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP). Gols: Gustavo Scarpa (aos 8 minutos do 1ºT), Renato Chaves (aos 13 minutos do 1ºT), André (aos 32 minutos do 1ºT), Patrick (aos 3 minutos do 2ºt). Cartões amarelos: Renato Chaves, Marlon Freitas, Lucas, Calazans (Flu), Mena, Diego Souza, Lenis, Rithely, Durval (Sport). Cartão vermelho: Orejuela (Flu). Público: 16.918. Renda: R$ 357,610,00.