Sport joga mal, perde o jogo e a invencibilidade na Copa do Nordeste, mas classifica em primeiro do grupo

por em 23/03/17 às 7:40

Em uma partida irreconhecível o Sport perde para Sampaio Corrêa na noite desta quarta-feira (22), por 2×1, no Castelão, em São Luís (MA). Com a derrota, o Leão passou em primeiro lugar do Grupo C, com 13 pontos ganhos, mas perdeu a chance de se classificar com a melhor campanha geral e ajudar a decidir até a final (se o Sport chegar até lá), em casa.

A crise que o Sampaio Corrêa vem enfrentando não entrou em campo. Acumulando eliminações da Copa do Brasil, do Primeiro Turno do Maranhense e do próprio Nordestão, a equipe não se intimidou diante do Sport e deu as cartas logo no começo da partida. Com 14 minutos de bola rolando, duas chances claras criadas e desperdiçadas pelos mandantes. Mas, aos 21 não teve perdão. Em falta cobrada com maestria, Daniel Barros bateu por cima da barreira e abriu o placar, sem chance para Magrão. A tendência era que o tento acordasse os pernambucanos, mas não foi isso que aconteceu, que se limitou a dois chutes de longa distância com André e Leandro Pereira em todo o primeiro tempo.

Na etapa final, Fábio foi acionado para assumir a função central de armação. Antes que houvesse uma melhora visível, o Sampaio ampliou o marcador. Em bela jogada, Hiltinho (ex-Náutico) bateu na saída de Magrão e fez 2×0. Cabisbaixo, o Leão demorou a reagir. Após uma boa oportunidade desperdiçada por André, Rogério conseguiu botar a bola para o fundo do gol. Em cruzamento de Fábio, o atacante veio de trás e deu bela cabeçada para diminuir a diferença, mas o Sport não conseguiu forças para a virada.

Ficha do Jogo
Sampaio Corrêa 2

Jean; Roniere, Alex, Arthur e Wesley; Daniel Barros, Diego Silva (Marcelino), Valderrama e Hiltinho (Pedro); Henrique (Cleitinho) e Felipe Costa
Sport 1
Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Caio (Mansur); Ronaldo (Juninho), Rodrigo e Everton Felipe; Rogério, André e Leandro Pereira (Fábio). Técnico: Daniel Paulista.
Local: Castelão (São Luís, Maranhão).
Árbitro: Ítalo Medeiros de Azevedo (RN).
Assistentes:
Flávio Gomes Barroca e Ruan Neves de Souza (ambos do RN).
Gol: Daniel Barros (aos 21 do 1ºT) e Hiltinho (aos 7 do 2ºT). Rogério (aos 24 do 2ºT). Público: 504.
Renda: R$ 3.180,00.

  1. VALDOMIRO ALVES DE RESENDE disse:

    Pra sobreviver tem que tem que perder o medo e jogar com mais garra