Sport luta para se manter na Série A do Brasileirão

por em às 10:24




foto-meusport

(Foto: Wikipédia/Divulgação)

A campanha do Sport Club Recife no Campeonato Brasileiro de 2015 encheu de esperança o torcedor rubro-negro: a sexta colocação, bem próxima à zona de classificação para a Libertadores, deu a entender que a equipe seria um dos destaques da competição em 2016.

Só que a previsão de um ano de glórias não se confirmou. Atualmente, o clube é o décimo-quinto colocado na competição, com 34 pontos ganhos e apenas 39.1% de aproveitamento; ou seja, faltando 9 rodadas para o fim do campeonato, o time está a apenas três pontos da zona do rebaixamento e somente com 5 adversários atrás de si. Confira a classificação atualizada do Brasileirão.

Além disso, o início do ano também não foi dos melhores: para além de não ter conquistado o Estadual, o clube soma três eliminações em quatro competições: No campeonato pernambucano perdeu a final para o Santa Cruz, na Copa do Nordeste, foi eliminado na semifinal para o Campinense; perdeu para o Aparecidense na primeira fase da Copa do Brasil; e foi desclassificado novamente pelo Santa Cruz na Copa Sul-Americana.

Ganhos e perdas do Sport Club no Brasileirão Série A de 2016

foto-meusport2

(Foto: Williams Aguiar/Sport/Divulgação)

Dono do quinto melhor ataque do Brasileirão, com 37 gols, o Sport conta com a velocidade do atacante colombiano Luis Carlos Ruiz, cuja contratação em julho foi considerada como fundamental para a recuperação do time no campeonato. Ruiz veio do Atlético Nacional, da Colômbia, por empréstimo de um ano.

Até o momento, Ruiz atuou por sete vezes no Brasileirão e foi um dos destaques da vitória por 5 a 3 sobre o Santa Cruz, com um gol e com duas assistências. Além dele, o lateral Apodi foi contratado junto ao Kuban Krasnodar, da Rússia, mas foi pouco aproveitado até o momento.

Contratado pelo clube em abril, o técnico Oswaldo de Oliveira chegou para substituir Paulo Roberto Falcão. Tentando ajustar o elenco para os próximos confrontos, Oswaldo tem na formação defensiva uma de suas maiores preocupações: o time tem a terceira defesa mais vazada da competição, com 41 gols gols sofridos.

Próximos passos no Brasileirão Série A de 2016

foto-meusport3

(Foto Williams Aguiar/Sport/Divulgação)

Na última rodada, a vitória sobre o Santos aliviou a situação do clube no campeonato, já que o Sport vinha de uma sequência de três derrotas em quatro jogos; na partida,  o atacante Rogério marcou na vitória por 1 a 0  na Ilha do Retiro, no último sábado.

Na próxima rodada, dia 01 de outubro, o Sport enfrenta o Fluminense fora de casa. Para a partida, o elenco terá pela primeira vez a dupla de zaga formada por Ronaldo Alves e Durval. O Sport não perde para o Fluminense desde 2014, há quatro jogos (duas vitórias e dois empates). A provável escalação: Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Rodney Wallace; Rithely, Paulo Roberto, Diego Souza, Gabriel Xavier e Everton Felipe; Rogério.

Faltando onze rodadas para o fim do Brasileirão, cinco dos próximos confrontos da equipe no Brasileiro são contra adversários tidos como diretos, ou seja, que também lutam para escapar do rebaixamento.  O São Paulo, que tem apenas um ponto a mais do que o Sport, será o primeiro rival após a partida contra o Fluminense.

A sequência do Leão na competição em casa é: Vitória, Ponte Preta, Grêmio, Cruzeiro e Figueirense. Fora de casa, o retrospecto não ajuda: apenas duas vitórias como visitante, contra Santa Cruz e Cruzeiro. Os adversários do clube fora de casa são Fluminense, Chapecoense, Palmeiras, Grêmio, Atlético-PR e América-MG.

De acordo com os internautas do Betsson, as estatísticas do jogo são de que Sport tem 22.2% de chances de vencer a partida contra o Fluminense; 59.2% dos apostadores confiam na vitória do Flu, e outros 27.8% apostam no empate.

Números no Brasileirão Série A de 2016

De acordo com as previsões, o Sport Recife precisa de 45 pontos para escapar do rebaixamento, ou seja, terá que somar mais doze pontos nos onze jogos restantes, o que é um desafio para o time. Com 37 gols marcados, o Sport tem saldo negativo de 4 gols e a terceira pior defesa. O time também possui uma média de 3.13 chutes a gol por partida, 14.38 de faltas cometidas por jogo e 45% de posse de bola.