Sport vence a Chapecoense por 3 a 0 e alivia pressão

por em às 20:52




O Sport não começou bem a partida desta noite, mesmo assim, foi eficiente nas chances que teve e melhorou na segunda etapa, onde definiu o resultado e venceu pelo placar de 3 a 0. Os gols do Leão foram marcados por Diego Souza, Apodi contra e Régis, que entrou no final e definiu a goleada.

Com o resultado positivo o Leão chegou aos 40 pontos somados e subiu duas posições, ficando na 10ª colocação do Campeonato Brasileiro da Série A.

Agora o Sport foca em outra competição, as oitavas de final da Sul-americana, onde viaja para Buenos Aires para encarar o Huracán, ás 22 horas, no Estádio Tomás Adolfo Ducó, mais conhecido como “El Palácio”.

diego_souza_2709_770_2D (1)

(Foto: Diego Nigro/JC Imagem/Divulgação)

Primeiro Tempo

A primeira chegada com perigo foi da Chapecoense. Aos quarto minutos, Ananias recebeu na entrada da área e bateu colocado, Danilo Fernandes se esticou todo e espalmou para escanteio.

Aos 16 minutos, a Chapecoense chegou novamente ao gol rubro-negro. Gil lançou Bruno Rangel, que invadiu a grande área e bateu de canhota, Danilo Fernandes voltou a fazer nova defesa e salvou o Leão.

Aos 19, a Chapecoense se atrapalhou e quase que o Leão aproveita. Apodi recuou de coxa para o goleiro que não podia pegar com as mãos e teve que mandar para longe, antes da chegada de André.

O Leão aliviou a pressão e abriu o marcador aos 24 minutos. Após cobrança de escanteio, o atacante André desviou de cabeça e a bola ficou para Matheus Ferraz, que não conseguiu chutar, mas na sobra a bola encontrou Diego Souza, que mandou de bico, para as redes.

Aos 26, a Chapecoense assustou a meta rubro-negra com Thiego, que cobrou falta com muita força e a bola passou raspando o gol leonino.

O jogo ganhava em emoção e velocidade. Aos 33 minutos, Diego Souza fez jogada individual pela direita da grande área e cruzou para Maikon Leite, que tentou driblas na grande área e foi desarmado no último minuto.

No contra-ataque a Chapecoense assustou. Aos 35, William Barbio avançou em velocidade pela direita e cruzou para o meio da área e por muito pouco a bola não achou Ananias, que ainda deu um carrinho.

A Chapecoense quase empatou no fim da primeira etapa. Aos 47, William Barbio pegou a bola na área e cruzou rasteiro para Ananias, mas na raça, Renê chegou a tempo e afastou para fora.

Segundo Tempo

A primeira boa chance da segunda etapa foi do Leão. Aos seis minutos, Maikon Leite recebeu lançamento e passou na direita para Samuel Xavier cruzar na área e Diego Souza cabecear nas mãos de Danilo Padilha.

O Sport voltou a atacar aos 11 minutos. Em jogada de contra-ataque, Samuel Xavier passou para Maikon Leite, que bateu cruzado, nas redes pelo lado de fora.

Aos 16, o Sport quase ampliou. Após roubada de bola, Diego Souza lançou André, que cortou para o meia e bateu de canhota, para fora.

A pressão rubro-negra aumentava e aos 18, quase o Leão marcava. Samuel Xavier mandou na área para André, que dominou, tentou o chute, mas Danilo defendeu, na sobra, o camisa 90 deu de bico para fora.

A Chapecoense respondeu aos 28 minutos. Camilo recebeu na meia-lua e bateu mal, por cima do gol.

Aos 30 minutos, a Chapecoense chegou com perigo. Ananias mandou na área e Apodi, que cabeceou para fora.

Aos 32 minutos, o Sport marcou seu segundo gol. Samuel Xavier cruzou na medida, André disputou na área e a bola bateu em Apodi, antes de entrar.

Animado, o Leão chegou novamente aos 37 minutos. Marlone arriscou com um chute forte, Danilo Padilha defendeu e no rebote a zaga da Chape afastou.

Aos 39 minutos, o Leão abriu a goleada sobre a Chape. André passou para Régis, que invadiu a área, cortou e deixou um marcador no chão e bateu rasteiro, no canto para balançar as redes.

Desesperado, a Chapecoense seguia dando espaços ao Leão. Aos 46, Marlone passou para Élber, que ficou de frente pro gol e bateu forte, mas Danilo Padilha espalmou para fora.

Vencendo com folgas, restou ao Sport tocar a bola e esperar o apito final do arbitro, que veio aos 49 minutos.

Ficha do Jogo – Sport 3×0 Chapecoense

Sport: Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Danilo, Diego Souza e Marlone; Maikon Leite (Élber) e André. Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Chapecoense: Danilo; Apodi, Rafael Lima, Thiego, Dener; Elicarlos, Bruno Silva (Cléber Santana), Gil (Camilo) e Ananias; William Barbio e Bruno Rangel (Túlio Melo). Técnico: Guto Ferreira.

Competição: Campeonato Brasileiro da Série A (28ª rodada).

Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE).

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG).

Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Márcio Eustáquio Santiago (Ambos de MG).

Gols: Diego Souza, aos 24 minutos do primeiro tempo, Apodi (contra), aos 32 minutos do segundo e Régis, aos 39 minutos do segundo tempo para o Sport.

Cartões amarelos: Rithely, Neto Moura e Danilo (Sport); William Barbio (Chapecoense).

Público: 5. 750

Renda: R$ 71. 130,00