Sport é dominado em campo e perde na estreia da Sul-americana para o Bahia

por em às 0:53




Apagado e totalmente irreconhecível em campo, o Sport não segurou o Bahia e foi derrotado pelo placar de 1 a 0. O gol do Tricolor de Aço foi marcado pelo atacante argentino Maxi Biancucchi.

O jogo de volta entre as equipes acontecerá na próxima quarta-feira (26), ás 22 horas, na Ilha do Retiro. Para avançar de fase, o Leão terá que vencer por dois gols de diferença. Se devolver o placar de 1 a 0, a vaga será decidida nas penalidades.

Pela Série A, o Sport volta a campo neste sábado (22), ás 21 horas, no Orlando Scarpelli, diante do Figueirense. O jogo será válido pela 20ª rodada, já pelo 2º turno da competição.

Primeiro Tempo

O jogo começou morno, com poucos lances de emoção. Tocando a bola com facilidade, o Bahia era quem tomava as iniciativas do jogo.

Aos 10, o Bahia quase abriu o placar. Após cruzamento na área, a zaga do Leão não cortou e a bola sobrou na marca do pênalti para Alexandro, que dominou e bateu mal, para fora.

Sem conseguir sair jogando, o goleiro Magrão era o jogador que mais participava da partida. Muitas bolas recuadas para o arqueiro rubro-negro.

Aos 24 minutos, o Bahia conseguiu achar seu gol. Souza dividiu com Samuel Xavier, a bola bateu no lateral do Sport e sobrou limpa para Maxi Biancucchi, que driblou Magrão e mandou para as redes.

O Leão só finalizou pela primeira vez aos 26 minutos. Ronaldo trocou passes com Hernane, o Brocador passou na direita para Maikon Leite, que bateu cruzado e a zaga do Bahia afastou o perigo.

A partir dos 30 minutos, o que se viu no campo de jogo foi uma blitz total do Bahia, que massacrava o Sport.

Aos 32, Marlon mandou para a área, a bola chegou na medida para Alexandro, que sozinho cabeceou para fora.

Em seguida, aos 35 minutos, o Bahia perdeu outra grande chance. Após cruzamento na pequena área, Souza chuta com força, mas para no próprio companheiro, que afasta a bola e evita o segundo gol tricolor.

Aos 43 minutos, o Leão tentou empatar. Após cobrança de falta na área, Matheus Ferraz cabeceou forte e mandou a direita do gol adversário.

A71X3882-v-800x600 (1)

(Foto: Felipe Oliveira/Bahia/Divulgação)

Segundo Tempo

Após o intervalo, o treinador Eduardo Baptista sacou Élber e colocou André. O Sport voltou um pouco melhor e mais consciente, mas ainda muito distante de tudo que vem apresentando na Série A.

Precisando empatar a partida, o Leão alterou mais duas peças. O volante Ronaldo e o atacante Hernane Brocador saíram para as entradas do volante Neto Moura e o meio-campista Régis.

Aos 25 minutos, a situação do Leão se complicou quando o lateral-direito Samuel Xavier se desentendeu com o adversário e foi expulso pelo arbitro do jogo.

Com um jogador a mais, o Bahia tratou de administrar o resultado, para garantir o resultado positivo. O Leão tentava marcar forte e sair nos contra-ataques, mais ainda de forma desorganizada.

Nos últimos minutos de jogo, aos 46, quase pintava o empate rubro-negro. Marlone fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro para André, que desviou sem ângulo e mandou próxima a trave de Douglas Pires.

Ficha do Jogo – Bahia 1×0 Sport

Bahia: Douglas Pires; Hayner, Robson, Jailton e Marlon (Ávine); Wilson Pittoni, Gustavo, Souza (Zé Roberto) e Rômulo (João Paulo); Maxi Biancucchi e Alexandro. Técnico: Sérgio Soares.

Sport: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Ronaldo (Neto Moura), Wendel e Élber (André); Maikon Leite, Hernane Brocador (Régis) e Marlone. Ténico: Eduardo Baptista.

Competição: Copa Sul-americana (2ª fase – ida).

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Árbitro: German Delfino (ARG).

Assistentes: Juan Belatti e Erneste Uziga (Ambos da Argentina).

Gol: Maxi Biancucchi, aos 24 minutos do primeiro tempo para o Bahia.

Cartões amarelos: Zé Roberto (Bahia); Neto Moura e Renê (Sport).

Cartão vermelho: Samuel Xavier (Sport).

Público: 4.440

Renda: R$ 78.206,50

  1. caio disse:

    20 Ago 2015 – 12:45:46
    UM SPORT SEM ALMA
    ISSO É QUE É UM TREINADOR DE RAPARIGA VIU!
    Uma múmia na beira do gramado.
    Eduardo batista…continua…

    SÓ DIGO UMA COISA: VEJAM ESSSE ARTIGO O MAIS LÚCIDO QUE JA LI SOBRE ONTEM CONTRA O BAHIA