Sport é derrotado pelo Flamengo e perde invencibilidade em casa

por em 30/08/15 às 18:57




Após levar um gol muito cedo e ter um jogador expulso do campo, o Sport não teve forças para buscar um resultado positivo e acabou perdendo uma invencibilidade de 31 jogos sem derrota em casa. O gol do Flamengo foi marcado por Everton, aos quatro minutos do primeiro tempo.

Com o resultado, o Sport estaciona nos 31 pontos e ocupa a 7ª colocação. Ao final da rodada o Leão ainda pode cair mais uma posição, ficando no 8ª lugar.

O próximo desafio do Sport é quarta-feira (02), ás 22 horas, contra o Coritiba, no Couto Pereira. O jogo será válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.

1440969111-jogoflamengo

(Foto: Williams Aguiar/Sport/Divulgação)

Primeiro Tempo

O Sport começou a se complicar cedo na partida. Aos quatro minutos, o sistema defensivo do Leão parou e Pará teve todo tempo do mundo para dominar a bola na lateral da grande área e cruzar na cabeça de Everton, que sozinho, testou para as redes.

O Sport começou a fazer uma pequena blitz no adversário. Aos 14, Wendel arriscou de fora da área e Paulo Victor se esticou todo e mandou para linha de fundo.

No escanteio, aos 15, Diego Souza mandou na área, Matheus Ferraz subiu bonito e testou no travessão.

Aos 23 minutos, o Sport ficou com um homem a menos na partida. O lateral-direito Samuel Xavier atingiu de forma violenta o adversário e recebeu o vermelho direito.

Em vantagem numérica em campo, o Flamengo tinha espaços para sair jogando e criava chances de gol com muito perigo.

Aos 29, Emerson Sheik tabelou com Everton e bateu rasteiro, Danilo Fernandes defendeu e no rebote quase Kayke mandou para as redes, mas foi bloqueado por Renê.

A partir dos 35 minutos, o Leão começou a se desesperar atrás do gol de empate, mas nervoso, o time não criava chances concretas, só alguns chutes de fora da área sem perigo.

Segundo Tempo

O Flamengo veio com tudo na segunda etapa, já o Sport parecia não ter entrado no campo de jogo.

Aos dois minutos, quase pintava o segundo gol flamenguista. Everton cruzou rasteiro e Kayke desviou na pequena área e quase marcou.

Aos 24, o Leão conseguiu armar um contra-ataque com Rithely que lançou André, o atacante rubro-negro passou para Élber, que dominou na meia-lua, mas bateu mal, por cima do gol.

O Flamengo respondeu aos 28 minutos. Após levantamento na área, Danilo Fernandes saiu mal do gol e Cesar Martins cabeceou para fora, para sorte do Sport.

Desesperado e buscando o ataque a todo momento, o Sport cedia grande espaços para o Flamengo chegar nos contra-ataques.

Em um deles, quase o Leão se complica. Aos 34, Marcelo Cirino ajeitou de peito para Alan Patrick, que invadiu a grande área e bateu para fora.

Em mais uma chegada, Danilo Fernandes salvou o Sport de levar o segundo gol. Alan Patrick passou para Paulinho, que na cara do gol, tentou tocar por cima, mas o arqueiro do Leão salvou de peitoral.

Já no final, aos 43, o Sport tentou empatar com Maikon Leite. O atacante arriscou de fora da área, mas Paulo Victor segurou firme.

Ficha do Jogo – Sport 0x1 Flamengo

Sport: Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Wendel e Diego Souza (Élber); Maikon Leite, Hernane Brocador (André) e Marlone (Ferrugem). Técnico: Eduardo Baptista.

Flamengo: Paulo Victor; Pará, César Martins, Samir e Jorge; Canteros, Márcio Araújo, Éverton (Luiz Antônio) e Alan Patrick; Émerson Sheik (Paulinho) e Kayke (Marcelo Cirino). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Competição: Campeonato Brasileiro da Série A (21ª rodada).

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE).

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC).

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Carlos Berkenbrock (SC).

Gol: Everton, aos quatro minutos do primeiro tempo para o Flamengo.

Cartões amarelos: Diego Souza (Sport); Pará, Kayke, Emerson Shceik, César Martins e Canteros (Flamengo).

Cartão vermelho: Samuel Xavier (Sport).

Público: 34.939

Renda: R$ 1.149.20,00

  1. Eliasport disse:

    Gente, não estou reconhecendo o Papai da Cidade. No inicio do CB2015 o time, mesmo com poucas peças, quando não ganhava empatava, veio os reforços e em vez de melhorar, a cada partida cai de produção, esqueceram o toque de bola envolvente, cansaram, falta entrosamento, toque de bola e estão parecendo uns bonecos no meio de campo, não ataca e não se defende. Algo precisa ser feito.