Sport vence o Basquete Joinville e se reabilita na LDB

por em às 8:32




Depois de perder para o Basquete Curitiba/Círculo Militar do Paraná na rodada passada e ter sua invencibilidade na LDB 2015 quebrada, o Sport se reabilitou. Nesta segunda-feira, a equipe rubro-negra se reencontrou com a vitória em grande estilo ao levar a melhor sobre a AABJ/Joinville, com tranquilidade, por 79 a 58. Com isso, a equipe de Ricardo Oliveira somou seu terceiro triunfo em quatro jogos na competição.

Os destaques ficaram por conta do pivôs Arroz, que anotou 17 pontos, Felipe Rech, responsável por 15 tentos, e Jaca, que deixou a quadra com 12 pontos. Quem também foi efetivo no triunfo do time do Leão foi o ala Luisinho, autor de nove pontos, quatro rebotes, quatro assistências e seis roubos de bola, números que fizeram dele o jogador mais eficiente da quadra, com 21 de valorização.

“A proposta foi justamente colocar a bola dentro do garrafão e jogar com os pivôs, foi o que o Ricardo (Oliveira) passou para nós antes do jogo. Desenvolvemos isso bem e conseguimos essa vitória, mesmo com alguns erros de passe e algumas falhas na marcação. Viemos para ganhar todos os jogos, não conseguimos. Na próxima rodada temos o Minas, que é um adversário duríssimo, mas estamos muito focados e queremos vencer a todo custo”, falou Felipe Rech.

O jogo

O Sport começou a partida com tudo e tratou de abrir uma larga vantagem logo de cara. Com um 12 a 0 nos primeiros três minutos de partida, a equipe rubro-negra abusou dos contra ataques e consolidou sua boa vantagem já no primeiro quarto. Muito veloz, o time do técnico Ricardo Oliveira chegou a ter 20 pontos de frente e fechou o primeiro quarto com 18 tentos a seu favor, placar de 28 a 10.

O duelo ficou um pouco mais igual na etapa seguinte e conseguiu cortar a diferença quase que pela metade. os catarinenses chegaram a reduzir o prejuízo para 11 pontos (37 a 26), venceram o segundo período por 18 a 13 e foram para os vestiários com 13 pontos atrás, placar de 41 a 28.

No entanto, O Sport tornou a imprimir um ritmo forte e matou o jogo de vez. Com bela participação dos pivôs Arroz e Jaca, responsáveis por dez e oito pontos, respectivamente, o Leão da Ilha ganhou o terceiro quarto por largos 26 a 11 e caminhou para os dez minutos finais com 28 pontos de vantagem, placar de 67 a 39.

Mesmo com boa parte dos atletas do banco de reservas em quadra, o Sport não diminuiu o ritmo e a diferença não só se manteve alta como ainda cresceu com o passar do tempo. Explorando a velocidade e leveza dos garotos Abner Setúbal e Jason, os nordestinos deixaram a diferença beirando os 30 pontos durante bom tempo, mas fecharam o jogo com 21 pontos de frente, placar final de 79 a 58.