Sport joga bem e vence o Serra Talhada por 4 a 2

por em às 20:45




Não dá para empolgar, até porque o Serra Talhada não serve de parâmetro para as outras equipes que o Leão vai enfrentar em outras competições, no caso do Nordestão e da Copa do Brasil.

Mas a evolução do elenco rubro-negro foi nítida nesta tarde, quando o Leão impôs seu ritmo e conseguiu uma boa vitória pelo placar de 4 a 2, na Ilha do Retiro. Os gols do Sport foram marcados por Joelinton, Rithely, Durval e Régis, de pênalti.

Com o resultado, o Sport se manteve na liderança isolada do Estadual, com quatro vitórias em quatro jogos, somando 12 pontos ganhos.

O próximo desafio do Leão segue sendo pelo Campeonato Pernambucano, na quinta-feira (26), contra o Central, ás 19h30, na Ilha do Retiro.

Primeiro Tempo

O Leão começou o jogo tranquilo, trocando passes com facilidade e chegando facilmente na meta adversária. É tanto, que aos 19 minutos, o placar já mostrava 2 a 0 para o rubro-negro.

O primeiro gol leonino surgiu aos cinco minutos, numa falha do Serra. A zaga recuou para o goleiro Gleibson, que dominou a bola, mas adiantou muito, dando nos pés de Joelinton, que só fez dominar e de gol aberto, mandou de canhota para as redes.

Aos oito minutos, o Sport quase ampliou, com Mike, que recebeu pela direita, puxou para a canhota e bateu forte, a bola passou raspando no travessão.

Aos 14, veio o segundo gol do Leão. Em cobrança de falta, Danilo mandou na área do Serra, Rithely subiu mais que todo mundo e cabeceou no canto direito de Cleibson, que não alcançou a bola.

Com uma vantagem de 2 gols no placar, o time leonino relaxou um pouco mais e seguia controlando a bola no meio campo, trocando passes com facilidade.

O Serra Talhada só chegou com perigo aos 34 minutos. João Carlos fez boa jogada e lançou Bebeto, que partiu em velocidade pela direita, o jogador cruzou na área para Paulinho Mossoró, que dominou, mas demorou muito e Magrão saiu nos pés do meia para segurar a bola.

Aos 36 minutos, quase pintava um golaço do Sport. Rithely fez um belo lançamento para Diego Souza, que no domínio, driblou o goleiro, mas o meia passou da bola e a zaga adversária conseguiu cortar.

A última chance do Sport foi aos 44 minutos, com Joelinton, que recebeu na grande área e bateu colocado, a bola ia no ângulo, mas Gleibson conseguiu defender e mandar para escanteio.

Segundo Tempo

Na volta para a segunda etapa, o treinador Eduardo Baptista fez uma mudança. Tirou o atacante Mike, cansado e acionou Élber, artilheiro do Leão na competição.

Diferente da etapa inicial, o Sport voltou para o jogo mais relaxado e dando mais espaços para que a equipe do Serra jogasse.

Aos 13 minutos, o Serra Talhada conseguiu marcar seu primeiro gol. Diego Souza errou um passe, no contra-ataque, Paulinho Mossoró avançou pela esquerda e cruzou para Diogo, que se esticou e mandou para as redes.

Após levar o gol, o comandante leonino fez suas últimas alterações. Sacou Danilo e Diego Souza e colocou Felipe Azevedo e Régis.

Aos 19 minutos, quase pintou o terceiro gol rubro-negro. Rithely recebeu pela esquerda e cruzou para a área, a bola passou por Oswaldo e chegou em Durval, que se jogou e acertou o travessão.

O xerife do Sport, Durval queria marcar o dele de todo jeito e conseguiu aos 25 minutos. Régis cobrou falta na área, o goleiro do Serra saiu mal no lance e a bola chegou no capitão rubro-negro que se esticou todo e tocou de direita para o gol.

Aos 35 minutos, o Sport conseguiu um pênalti ao seu favor. O lateral-direito do Leão, Vitor avançou pela direita e cruzou, o zagueiro adversário, Alisson cortou com a mão e o juiz marcou a penalidade em cima do lance.

Aos 37, o meio-campista Régis foi para a cobrança e com categoria, esperou Gleibson cair para o lado direito e bateu do lado esquerdo, sem chance de defesa.

No último grande lance do jogo, o Serra marcou seu segundo gol. Aos 42, João Carlos cobrou uma falta venenosa, a bola desviou na zaga rubro-negra e enganou Magrão, que não teve reação.

Ficha do Jogo – Sport 4×2 Serra Talhada

Sport: Magrão; Vitor; Oswaldo, Durval e Renê; Rithely, Rodrigo Mancha e Danilo (Felipe Azevedo); Mike (Élber), Diego Souza (Régis) e Joelinton. Técnico: Eduardo Baptista.

Serra Talhada: Gleisson; João Carlos, Jonny, Alisson e Rafinha (Marcos Vinícius); Luciano Totó, Diogo, Ramón (Wamberson) e Paulinho Mossoró; Júnior Juazeiro e Bebeto (Pedro Maicon). Técnico: Cícero Monteiro.

Competição: Campeonato Pernambucano (Hexagonal – 4ª rodada).

Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)

Árbitro: Anderson Freitas (PE).

Assistentes: Clóvis Amaral e Fernanda Colombo (Ambos de PE).

Gols: Joelinton, aos três minutos do primeiro, Rithely, aos 14 minutos do primeiro tempo, Durval, aos 25 minutos do segundo e Régis, aos 37 minutos do segundo tempo para o Sport; Diogo, aos 13 minutos do segundo e João Carlos, aos 42 minutos do segundo tempo para o Serra.

Cartões amarelos: Élber (Sport); João Carlos, Jonny, Alisson e Luciano Totó (Serra Talhada).

Público: 9.088

Renda: R$ 92.715, 00

(Texto: Fillipi Torres|Foto: Sport/Divulgação)