Sport perde para o Atlético-MG de virada

por em 26/10/14 às 9:51




Chegando à oitava rodada sem vitória, o Sport deixou a história se repetir: saiu na frente e cedeu o resultado positivo ao adversário. Desta vez foi ao Atlético/MG, que venceu o time pernambucano por 3×2 na tarde deste sábado, na Arena Independência, em Minas Gerais. O Leão abriu o placar na primeira oportunidade que teve, com Rodrigo Mancha, mas acabou recuando e deixando o Galo empatar ainda no fim da primeira etapa. No segundo tempo, os rubro-negros, por deslizes da zaga, ainda deixaram que os mineiros marcassem outros dois gols, mas também conseguiram diminuir a desvantagem.

Com o resultado, o Leão continua na 12ª colocação da tabela com 37 pontos somados até agora. O Galo agora é o vice-líder da competição, chegando aos 54 pontos. Na próxima rodada, o Sport recebe o Figueirense no domingo (2), na Ilha do Retiro. No mesmo dia, o Atlético/MG vai a Curitiba onde enfrenta o Atlético/PR.

JOGO – Apesar de movimentado, foi um primeiro tempo sem muitas jogadas perigosas. Podendo se aproveitar do desfalcado time do Atlético/MG, o Sport pouco se impôs e preferiu ficar na defensiva, evitando até mesmo investir nos contra-ataques. A verdade é que faltou ofensividade dos dois lados, tanto que poucos chutes a gol foram vistos durante os primeiros quarenta e cinco minutos. A princípio, o Galo foi quem, por pouco, não saiu à frente, com um impedimento erroneamente marcado pela arbitragem, que depois viria a prejudicar o time visitante.

A primeira boa chance do Sport acabou sendo convertida a gol pelo volante Rodrigo Mancha aos 17 minutos. Ele recebeu um belo passe de Diego Souza pela esquerda e chutou a gol. O goleiro Victor até conseguiu defender, mas mandou o rebote direto para o atleta rubro-negro que cabeceou e abriu o placar. O problema é que, como em outras partidas, o Leão conseguiu sair na frente e acabou recuando depois disso, levando pressão do adversário, principalmente com as bolas aéreas.

E foi aos 34 minutos que a arbitragem complicou ainda mais a vida dos rubro-negros. Dátolo foi ao ataque e acabou caindo sozinho na entrada da área do Sport. O árbitro Felipe Gomes da Silva marcou a falta sob protestos do time pernambucano – o que acabou resultando em cartão amarelo para o meia Diego Souza. Na cobrança, Tiago chutou direto para o gol e marcou o primeiro com a camisa do Galo, aproveitando-se da brecha deixada pela zaga leonina.

No segundo tempo, o Sport voltou sem mudanças no time e foi rapidamente surpreendido. Aos dois minutos, Dátolo recebeu na entrada da área, livre da marcação e acabou virando o jogo, enquanto Henrique Mattos ficou olhando o lance. O Leão pressionou e por pouco não deixou tudo igual novamente. Wendel recebeu de Ronaldo quando só o goleiro Victor estava à frente. O rubro-negro avançou e foi derrubado pelo defensor do Galo fora da área. Com o lance, Victor acabou expulso. Com um a menos em campo, o goleiro Uilson entrou no lugar de Cesinha.

Assim como no começo da partida, o Atlético/MG permaneceu com o domínio da posse de bola. O Sport ainda insistia, mas poucas vezes chegou efetivamente ao ataque. Só depois de vinte minutos em campo, Uilson fez sua primeira defesa, com jogada de Ananias. E mesmo com um a menos em campo, o Galo ainda conseguiu alargar o placar com mais um deslize do setor defensivo do time visitante. Carlos aproveitou o rebote de Magrão e avançou sozinho para chutar. O goleiro rubro-negro ainda fez duas defesas, enquanto o restante do elenco só olhava, mas o atacante conseguiu marcar.

Pelo lado do Sport, quem mais insistia era o meia Diego Souza, chegando principalmente pelo lado esquerdo e tentando finalizar. Tentou que ajudou, aos 32 minutos, diminuir a desvantagem do time pernambucano, quando chutou a gol e contou com o toque de Danilo para terminar a jogada e mandar para o fundo das redes. Foi um fim de jogo dramático para as duas torcidas, enquanto o Leão pressionava para arrancar o empate e o Galo tentava segurar a vitória a qualquer custo. E aos 46 minutos, por pouco, Dártolo não acabou aumentando, mas quando o árbitro apitou o fim da partida, o placar sinalizava 3×2 para o time da casa.

Ficha Técnica: Atlético/MG 3 x 2 Sport

Atlético/MG: Victor; Alex (Pierre), Tiago, Jemerson e Douglas; Josué, Marcos Rocha, Dátolo e Maicosuel (Marion); Carlos e Cesinha (Uilson).

Sport: Magrão; Vitor, Henrique Mattos, Durval e Renê (Zé Mário); Ronaldo (Danilo), Rodrigo Mancha, Wendel (Ananias) e Ibson; Felipe Azevedo e Diego Souza.

Campeonato Brasileiro – Série A (31ª rodada). Estádio: Independência, em Belo Horizonte (Minas Gerais). Sábado (25), às 17h30 (horário local). Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR). Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Anderson José de Moraes Coelho (SP).
Cartões Amarelos: Rodrigo Mancha, Diego Souza, Durval e Marcos Rocha
Cartão Vermelho: Victor
Gols: Rodrigo Mancha, Tiago, Dártolo, Carlos e Danilo
Público: 13.604
Renda: R$ 271.875

Redação MeuSport
Com informações do blog do torcedor

  1. Eliasport disse:

    Gente, Diego Souza e Ibson precisa mostrar pra que veio. Os cara ganha furtunas e não joga nada. Antes desses parazitas chegarem ao Sport o time estava entre os 7 melhores e se aproximava do G4, depois de contratá-los o time caiu de produção, não ganha e se aproxima do Z4. Esses 2 mercenários precisa levar uma bela vaia para voltar a jogar.