Sport bate o Coritiba em jogo muito disputado

por em 21/09/14 às 18:37




No dia em que o ataque do Sport perdeu muitas chances, principalmente no primeiro tempo, coube a um jogador criticado justamente por perder gols dá a vitória para o Leão, neste domingo, na Ilha do Retiro. De criticado, Felipe Azevedo teve o nome cantado na partida contra o Coritiba, pela Série A. É uma dessas ironias que o futebol gosta de aprontar de vez em quando com o torcedor. Felipe foi o autor do gol da vitória rubro-negra já no segundo tempo. Mérito também para o meia Diego Souza, que deu um belo passe para Azevedo marcar, e para o técnico Eduardo Baptista, que, no jogo 50, acreditou no atacante ao colocá-lo em campo.

Com o resultado, o Sport fica em oitavo colocado com 35 pontos, enquanto que o Coxa fica na zona de rebaixamento com 17. Na próxima rodada, o Leão encara o Bahia, fora de casa. Já o Coritiba recebe o Cruzeiro.

O JOGO – A vitória rubro-negra acabou sendo merecida. Em campo, o Sport foi melhor. Procurou mais o jogo e tentou chegar ao gol desde o primeiro minuto. O lado direito foi a principal arma leonina para tentar abrir o placar. Patric foi o motor da equipe, principalmente no primeiro tempo, quando jogou bastante avançado e sem guardar posição. Era quase um atacante junto com Neto Baiano, que voltou ao time titular.

Além de Patric, Ibson e Diego Souza também tiveram participação nos melhores lances dos donos da casa. Sempre pela direita, a dupla tentou dar criatividade ao time do Sport. Destaque para Ibson, que se movimentou bastante do ataque para a defesa. Em uma dessas movimentações, ficou na cara do goleiro Vanderlei e perdeu um gol considerado feito.

Apesar da proximidade da vitória e da boa apresentação, o técnico Eduardo Baptista resolver sacar Ibson da partida. Foi nesse momento que o Sport teve uma queda de rendimento no gramado. O Leão ficou sem criatividade e sem o mesmo volume de jogo. Muito porque Diego Souza e Patric já estavam mais desgastados.

Só que Eduardo soube acertar o time. Acionou Felipe Azevedo e teve a estrela de ver o atacante marcar o gol da vitória. Além do gol, Felipe trouxe de volta a mobilidade da equipe e um pouco mais de criatividade para o Sport em campo.

Também merece destaque o sistema defensivo do Leão, que soube segurar o Coxa na maioria dos lances. E mesmo quando a defesa cochilou em alguns contra-ataques, Magrão apareceu para impedir o pior. Renê é outro que vale o elogio pelo ímpeto defensivo. Se Patric foi quase um atacante, o lateral-esquerdo rubro-negro deu uma de zagueiro e ganhou praticamente todos os desarmes.

FICHA DA PARTIDA – SPORT 1X0 CORITIBA

Sport: Magrão; Patric, Oswaldo (Henrique Mattos), Durval e Renê; Rithely, Wendel e Ibson (Ananias); Diego Souza, Danilo (Felipe Azevedo) e Neto Baiano. Técnico: Eduardo Baptista.

Coritiba: Vanderlei; Noberto, Lucas Claro, Leandro Almeida e Carlinho; Élder (Anderson Aquino), Rosinei (Douglas), Dudu e Robinho (Keirrison); Joel e Élber. Técnico: Marquinhos Santos.

Série A (23ª rodada). Estádio: Ilha do Retiro, Recife (PE). Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS). Assistentes: José Javel Silveira e José Eduardo Calva (ambos do RS). Gol: Felipe Azevedo (S) aos 29 minutos do segundo tempo. Amarelos: Noberto (C), Neto Baiano (S) e Patric (S).

Redação MeuSport
Com informações do Blog do Torcedor