Em jogo equilibrado o Leão fica no empate contra o Internacional

por em 18/09/14 às 13:08




Não faltou disposição para Sport e Internacional na noite desta quarta-feira, na Arena Pernambuco. Mas nem sempre é possível vencer somente com transpiração no futebol, ainda mais quando o adversário está tão ligado no jogo quanto você. Esse foi o cenário do empate em 0x0 entre leoninos e colorados no duelo válido pela 22ª da Série A. A partida ficou marcada mais pela competência das defesas do que pelas chances criadas. Ainda assim, foi uma igualdade justa que não pode ser considerada ruim para os rubro-negros. É bom lembrar que o Leão conta com vários jogadores do departamento médico e enfrentou um dos times mais qualificados da competição.

Com o resultado, o Leão vai aos 32 pontos, mas pode perder a sétima posição com o complemento da rodada. Os gaúchos permanecem no G4 com 38. Na próxima rodada, o Leão encara o Coritiba, na Ilha do Retiro. Já o Colorado enfrenta o Atlético-PR, fora de casa mais uma vez.

O JOGO – Dizer que a partida foi pegada seria o mínimo para classificar os 90 minutos na Arena Pernambuco. Cada espaço foi bastante disputado pelos jogadores no gramado. Por isso, as poucas chances claras de gol para ambos os lados. A marcação prevaleceu em praticamente todos os lances.

Só que a defesa eficaz dos dois lados não pode ser o único motivo para a partida equilibrada. Os ataques também pecaram quando tentaram chegar. O Sport apostou muito nos lados do campo, mas faltou competência para articular as jogadas. Além disso, o técnico Eduardo Baptista armou a equipe com Diego Souza como atacante. O meia, que voltou de lesão, ficou isolado e mal tocou na bola. A criatividade dele fez falta mais atrás. Ele poderia ser ideal para quebrar a defesa colorada como elemento surpresa.

Já pelo lado do Internacional, a insistência foi mais pelo meio. Fazia sentido com jogadores como D’alessandro e Alex no gramado. Só que a defesa rubro-negra encaixou bem a marcação e impediu que o adversário finalizasse. O técnico Abel Braga até tentou corrigir essa falha colocando Valdívia, que tentou articular mais jogadas pelos lados do campo. Ainda assim não deu certo porque a zaga leonina estava atenta.

No fim das contas, os lances que ficaram na retina da torcida foram os de disputas de bola ao invés dos de perigo de gol. Os goleiros foram quase espectadores no confronto. As chances foram rasas e consideradas fáceis para os dois arqueiros. Com a partida amarrada, sobrou espaço para as polêmicas, principalmente com relação ao fair play. A torcida do Sport ficou na bronca com os jogadores do Inter, que caíram muito no gramado. Além disso, se revoltou quando os colorados não retribuíram a gentileza quando os leoninos estavam no gramado. Mesmo assim, nada que alterasse o rumo do jogo ocorreu.

FICHA DA PARTIDA – SPORT 0X0 INTERNACIONAL

Sport: Magrão; Patric, Durval, Ferron (Oswaldo) e Renê; Rithely, Wendel e Ibson; Danilo, Diego Souza (Neto Baiano) e Felipe Azevedo (Érico Jr.). Técnico: Eduardo Baptista.

Internacional: Dida; Gilberto (Alan Patrick), Paulão, Ernando e Fabrício; Aránguiz, Wellington, Alex (Valdivia), D’Alessandro (Rafael Moura), Sasha; Wellington Paulista. Técnico: Abel Braga.

Série A (22ª rodada – Série A). Estádio: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE). Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR). Assistentes: Bruno Boschilia e Luiz Souza Santos Renesto (ambos do PR). Gols: Amarelos: Felipe Azevedo (S), Rithely (S), Wendel (S) e Gilberto (I).
Redação MeuSport
Com informações do Blog do Torcedor

  1. tony disse:

    Danilo no ataque? Brincadeira. Diego Souza centro-avante? Brincadeira.A intensão do Eduardo Batista é de apenas se defender , atacar nadinha.