Com direito a Hat-trick de Patric, Sport vence o Santos por 3×1

por em 10/09/14 às 23:35




Não tem para Felipe Azevedo, Neto Baiano ou Érico Júnior. O ‘atacante’ efetivo do Sport na Série A vem lá de trás, na lateral direita. Com cinco gols, Patric é o homem-gol do Leão na competição até o momento. Na noite desta quarta-feira, quando os atacantes leoninos não foram bem mais uma vez, coube ao lateral aparecer para mandar a bola para o fundo das redes em três oportunidades, uma no primeiro tempo e duas no segundo. Ele comandou a vitória rubro-negra por 3×1 sobre o Santos, na Arena Pernambuco, pela 20ª rodada do Brasileirão. Fez até chover no estádio de São Lourenço da Mata. Thiago Ribeiro marcou para o Peixe ainda na primeira etapa.

Com o resultado, o Sport vai para a sétima posição com 31 pontos, mas pode ser ultrapassado com o complemento da rodada. Já o alvinegro praiano fica em nono com 26. Na próxima rodada, os rubro-negros encaram a Chapecoense, fora de casa, enquanto o Santos duela com Coritiba, em casa.

O JOGO – O técnico Eduardo Baptista surpreendeu a maioria dos torcedores, e da imprensa, e deixou o atacante Neto Baiano no banco de reservas. Optou por Danilo no lugar dele e por um time mais leve dentro do gramado. A proposta até fazia sentindo, já que o Santos tem uma zaga considerada lenta. O problema é que faltou coordenação ao Leão. A equipe rubro-negra começou a partida mais correndo atrás da bola do que criando jogadas.

A causa da ineficiência ofensiva se deu porque o meia Ibson ficou muito adiantado no campo. Por mais que Felipe Azevedo viesse buscar o jogo, não funcionava da mesma forma com um jogador nato da posição. Além disso, o ataque dos donos da casa ficava sem ninguém lá na frente. Faltou profundidade ao Sport nos primeiros minutos da partida.

Outra causa da má atuação do ataque do Leão foi a atuação apagada de Érico Júnior. Ele perdeu praticamente todos os lances e foi o principal alvo das queixas da torcida. Tanto que ele saiu para a entrada de Vitor. Com isso, Baptista adiantou Patric mais para frente.

A decisão não poderia ser mais acertada. Não só porque o lateral fez três gols no jogo, um ainda no primeiro tempo quando ainda estava na posição original, mas porque deu a tal profundidade de área que ficou tão em falta na primeira etapa. Veloz, Patric encaixou certo na zaga santista e levou perigo, principalmente nos lançamentos. O segundo e o terceiro gol dele foram dessa maneira. Aproveitou lançamento e mandou para o fundo das redes.

O show de Patric acabou ofuscando o gol do Santos, marcardo por Thiago Ribeiro, aos 24 minutos do primeiro tempo. Nesse caso vale ressaltar a bobeira dos leoninos, que ficaram pedindo falta enquanto os santistas partiam para o ataque. Um vacilo que nem sempre é possível de reverter na Série A.

FICHA DA PARTIDA – SPORT 3X1 SANTOS

Sport: Magrão; Patric, Ferron, Durval e Renê; Rithely, Wendel (Ronaldo) e Ibson (Augusto César); Érico Júnior (Vitor), Danilo e Felipe Azevedo. Técnico: Eduardo Baptista.

Santos: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, David Braz (Serginho) e Zé Carlos; Alan Santos (Gabriel), Arouca, Souza e Lucas Lima; Leandro Damião e Thiago Ribeiro (Rildo). Técnico: Enderson Moreira.

Série A (20ª rodada). Local: Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata (PE). Árbitro: Grazianni Maciel Rocha – RJ. Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises e Wendel de Paiva Gouveia (ambos do Rio de Janeiro). Gols: Thiago Ribeiro (ST) aos 24 e Patric (S) aos 40 minutos do primeiro tempo; Patric (S) aos 7 e aos 46 do segundo. Amarelos: Ibson (S), Renê (S), Alan Santos (ST), Wendel (S), Vitor (S), Danilo (S) Público: 14.856. Renda: R$ 377.075.

Redação MeuSport
Com informações do Blog do Torcedor