Sport preparado para encarar a Liga de Desenvolvimento

por em às 21:05




Mostrando que não quer entrar para brincar na Liga de Desenvolvimento de Basquete (LDB), o Sport se reforçou para a principal competição de base da modalidade, cujo início será no começo de agosto e conta com jogadores até 22 anos. Além de receber os alas gêmeos Anderson e Henderson, do Náutico, o Leão contratou recentemente mais três atletas, sendo dois destaques do São José, de São Paulo, e um argentino.

O hermano em questão é o ala Matias Bernardini, de 1,90m, que disputou o último Mundial Sub-19 pela seleção argentina com médias de 9 pontos e 2,6 rebotes por jogo. Os atletas do São José são o armador Gabriel Lourenço e o ala Chandler. O segundo é uma grande aquisição para o setor ofensivo rubro-negro, já que teve médias de 17,7 pontos e 8,2 rebotes na última edição da LDB. Já Gabriel teve médias de 10 pontos e 3 assistências e vem para substituir o armador Carioca, que deixou o clube.

“Nosso time está fortíssimo. Entramos para ficar pelo menos entre os quatro primeiros e podemos até lutar pelo título. Chandler já joga profissionalmente e disputou duas NBB. Talvez seja nosso maior impacto de quesito técnico”, avaliou o diretor do basquete masculino do Leão, Ricardo Thibau.

A LDB começaria no próximo fim de semana, mas foi adiada por conta de questões burocráticas de patrocínio – a data exata ainda não foi definida. Para o Sport, o atraso acabou sendo bom porque o clube ainda está terminando a instalação do piso para a quadra de basquete. O Leão foi contemplado com um projeto do Ministério do Esporte em que pagou um valor abaixo do mercado para contar com o material.

“Pagamos R$ 23 mil, um preço infinitamente menor (seria na casa dos R$ 100 mil). A rigor é um comodato, mas não há exemplo que se perca. Eles queriam que o clube tivesse um time com projeto sólido e que o piso fosse utilizado exclusivamente para basquete, que foi o nosso caso”, disse Thibau.

Redação MeuSport
Com informações do Cestinha JC