Futuro do time feminino de Basquete segue indefinido

por em às 18:30




O clima ainda é de indecisão nos bastidores do time feminino de basquete do Sport. Nesta sexta-feira (23/5), a equipe rubro-negra viaja para Quito, no Equador, para disputar o Campeonato Sul-americano Adulto Feminino de Clubes, como único representante brasileiro no torneio. O retorno das atletas ao Recife será no sábado (31). Porém, depois disso, o futuro do time de basquete é incerto.

Após o término da Liga de Basquete Feminino (LBF), o técnico Roberto Dornelas demonstrou insatisfação com a falta de apoio do clube ao basquete. Depois do episódio, o presidente do Sport, João Humberto Martorelli, marcou uma conversa com o treinador, mas, duas semana depois do encontro, o clube ainda não deu uma resposta sobre a continuidade da equipe no Sport.

Hoje, o diretor executivo Henrique schlithler conversou com Dornelas para reunir os documentos necessários para o Sport decidir se vai apoiar ou não o time. De acordo com o treinador, caso não haja uma resposta do clube até a próxima terça-feira, dia 30, a possibilidade do time se desvincular do Sport é grande.

“Assumi compromisso com as jogadoras e com o time e preciso cumprí-los. Precisamos muito do apoio do Sport porque queremos (comissão técnica) dar continuidade a esse projeto que vem dando certo. Eu espero que tudo dê certo e que, no máximo até o final do mês, tenhamos uma resposta definitiva sobre o assunto. Passando desse prazo, vai começar a ficar complicado levar o time para frente”, lamenta Roberto, que está preocupado com a falta de posicionamento do clube.  O técnico viaja no sábado (31), para Atlanta, e espera obter uma resposta definitiva antes de embarcar para os Estados Unidos.

SUL-AMERICANO
A equipe do Sport que vai participar da competição é um pouco diferente do grupo que jogou a temporada 2013/2014 da Liga de Basquete Feminino, LBF. Além de Adrianinha, Gattei, Tati, Iza, Isabela, Sandora e Ingrid, que disputaram o torneio nacional, vão viajar Tainá Paixão, ex-Ourinhos contratada pelo Sport depois do termino da LBF, Thainá Andrade e Domenica. Érika, Tiffany e Nádia, que estão disputando a liga americana de basquete feminino, WNBA, não vão defender o Sport na competição. O auxiliar técnico  Gustavo Estevão vai ser o comandante das leoas na competição.

As rubro-negras estão no Grupo A, junto com as equipes da Universidad Católica (Bolívia), La Estancia (Colômbia) e Malvín (Uruguai). O Grupo B está fechado com UTE (Equador), Universidad Austral (Chile), Berazategui (Argentina) e Real Club de Lima (Peru).

Redação MeuSport
Com informações do Cestinha JC