Sport domina a seleção do campeonato e Neto Baiano é eleito o craque

por em às 22:28




Concluído o Campeonato Pernambucano 2014, foi escolhida a tradicional seleção do torneio, no Troféu Lance Final, realizado na noite desta segunda-feira (28), no Teatro da Boa Vista. Atual campeão e, agora, dono de 40 dos 100 troféus estaduais disputados até hoje, o Sport Club do Recife foi soberano na premiação.

Sete rubro-negros apareceram entre os 11 principais atletas da competição local: o goleiro Magrão, os zagueiros Durval e Ferron, o lateral-direito Patric, o lateral-esquerdo Renê e o volante Ewerton Páscoa (zagueiro de origem) e o atacante Neto Baiano. Além deles, um dos grandes protagonistas do título, o técnico Eduardo Baptista, também foi premiado como melhor treinador da disputa.

Reconhecidos como dois dos maiores ídolos da história do Sport, Magrão e Durval apareceram na seleção pela 6ª e 5ª vez, respectivamente. O arqueiro da Praça da Bandeira acumula justamente seis troféus do Campeonato Pernambucano, de forma que sempre foi o melhor de sua posição nos títulos conquistados com a camisa do Sport. O mesmo vale para o xerife leonino, dono de cinco taças do torneio.

O domínio na seleção estadual é patente, mas as premiações do time campeão não pararam por aí. A taça de craque do Pernambucano – prêmio determinado não só pelos votos dos jornalistas locais, mas também pelas escolhas da torcida – terminou nas mãos do ‘Carrasco da Ilha do Retiro’, o artilheiro Neto Baiano, autor de oito gols na competição.

Como acontece em todos os anos, os jogadores premiados foram chamados ao palco para receberem seus troféus. E, entre os responsáveis pela entrega, apareceu o ex-jogador rubro-negro Ribamar, campeão brasileiro em 1987 pelo Leão.

Eis a seleção completa eleita pelos cronistas esportivos de Pernambuco: Magrão, Patric, Ferron, Durval e Renê, Elicarlos, Páscoa, Zé Mário e Pedro Carmona, Léo Gamalho e Neto Baiano. Técnico: Eduardo Batista. Craque: Neto Baiano

Redação MeuSport
Com informações do Site Oficial

  1. Antonio Cruz disse:

    Eu só não entendi Eli Carlos no lugar de Rodrigo Mancha. Se a impensa que acomodar jogadores do Nautico tudo bem! tá explicado, Mas que não deixa de ser mal explicado.