Construção da Arena do Sport é aprovada pela Prefeitura do Recife

por em 21/12/13 às 10:00




Na manhã desta terça-feira, a Comissão de Controle Urbano (CCU), da Prefeitura do Recife, enfim, votou o projeto que prevê a transformação da Ilha do Retiro em uma arena. Em uma reunião que durou cerca de duas horas, o empreendimento foi aprovado por oito votos a quatro. Com isso, o projeto do Sport seguirá para a reunião do Conselho de Desenvolvimento Urbano (CDU) – órgão responsável pela liberação definitiva do projeto – no dia 29 de novembro.

Apesar da aprovação, algumas ponderações realizadas pelo Instituto da Cidade, Instituto dos Arquitetos do Brasil/PE, Conselho de Arquitetura e Urbanismo e o Sindicato de Engenharia, responsáveis pelos votos contrários à liberação do projeto, foram colocadas na ata da reunião que será encaminhada ao CDU.

Satisfeito com a liberação do empreendimento, o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Gustavo Dubeux, mostrou confiança para a próxima etapa e disse contar com o apoio dos rubro-negros na reunião do Conselho de Desenvolvimento Urbano.

– O Sport nunca teve dúvidas de que o projeto seria liberado. Nós realizamos todas as exigências feitas pela Prefeitura e estamos confiantes também com relação ao encontro do CDU. A nossa ideia é começar as obras já no próximo ano e tenho certeza de que isso acontecerá.

Caso seja liberado também pelo CDU, o projeto para a reformulação da Ilha do Retiro dependerá ainda da licença de construção e da licença ambiental para sair do papel. Os trâmites, no entanto, não tiram a empolgação do dirigente leonino.

– Ainda existem algumas licenças, como em todos os projetos de impacto. Mas, como disse, estamos rigorosamente dentro das normas. Então, isso não dificultará em nada a aprovação do nosso projeto.

A expectativa do clube é de que as obras sejam iniciadas após o Campeonato Pernambucano. Pelo projeto, orçado em R$ 750 milhões, o Sport fará a reformulação da Ilha do Retiro, que passará a comportar 45 mil pessoas. O empreendimento, feito em parceira com a Engevix, também promoverá a revitalização dos 110 mil metros quadrados da área do clube, além da construção de um complexo imobiliário, que contará com shopping, prédio de estacionamento (capacidade para quatro mil vagas) e edifícios comerciais.

Redação MeuSport
Com informações do G1