Em tarde inspirada o Sport faz 3×0 no São Caetano

por em 02/11/13 às 18:57




Lutando para voltar à Série A do Campeonato Brasileiro, o Sport conquistou neste sábado um importante resultado na briga pelo acesso à primeira divisão. Com dois gols de Neto Baiano, o Leão bateu o São Caetano por 3 a 0 e fez a festa da torcida que compareceu em peso à Ilha do Retiro, em Recife. O outro gol foi marcado por Marcos Aurélio.

O centroavante rubro-negro abriu o placar logo aos 17 minutos da primeira etapa, em belo chute de canhota. O segundo gol, de cabeça, colocou fim à pressão que o São Caetano imprimiu nos minutos iniciais da segunda etapa. Já Marcos Aurélio apenas sacramentou a vitória com golaço nos acréscimos.

Com o resultado, o Sport chega aos 56 pontos e se mantém na terceira posição da Série B do Campeonato Brasileiro, com três de vantagem para o primeiro time fora do G-4. Já o Azulão se aproxima ainda mais da terceira divisão, já que segue na penúltima colocação, com 31 – sete a menos que o ABC, primeira equipe fora da zona da degola.

O jogo – O Sport dominou os primeiros minutos de partida na Ilha do Retiro. Em dois lances praticamente idênticos, Tobi cabeceou cobrança de escanteio de Lucas Lima com muito perigo ao gol do São Caetano.

O time da casa seguiu pressionando em busca do primeiro gol. Aos 15, Patric cruzou e Neto Baiano não acertou a cabeçada. Na sequência do lance, Lucas Lima cruzou rasteiro e Patric chegou atrasado no lance.

De tanto insistir, o Sport finalmente abriu o placar dois minutos depois. Marcos Aurélio cruzou para a área, Neto Baiano dominou no peito e soltou a bomba de canhota, marcando um belo gol.

A desvantagem acordou o Azulão. No minuto seguinte, Samuel Xavier cruzou e Marcelo Soares não chegou a tempo de mandar para o gol vazio. O atacante ainda teve outra chance aos 25, mas foi travado por Ailson no momento da finalização.

A partir daí, o jogo ficou acelerado e ambas as equipes quase marcaram em finalizações de fora da área. Primeiro, Lucas Lima cobrou falta com perigo para o gol de Rafael Santos. Depois, Leandro Carvalho arriscou de longe e quase surpreendeu Magrão.

O Sport seguiu no ataque, mas sem finalizar. Já o São Caetano obrigou o goleiro rival a fazer ao menos duas boas defesas e impedir o empate antes do apito final na primeira etapa.

Decidido a igualar o placar, o time do ABC paulista voltou para o segundo tempo com postura mais ofensiva. Logo aos três minutos, Marcelo Soares chutou colocado e Magrão apenas torceu para a bola sair à esquerda de seu gol. Dois minutos depois, o goleiro impediu o empate com boa defesa com os pés em chute de Wágner.

O ímpeto do São Caetano, no entanto, chegou ao fim cedo. Aos 10, Neto Baiano aproveitou cruzamento de Patric e cabeceou firme para marcar o segundo gol do Sport na partida, seu sétimo nesta Série B.

Com a vantagem, o time da casa apenas administrou a partida. Abatido, o Azulão pouco ameaçou o gol de Magrão. Tranquilo, o Sport manteve a posse de bola nos minutos finais e sacramentou a vitória com golaço de Marcos Aurélio. No último minuto de jogo, o camisa 10 acertou o ângulo de Rafael Santos e aumentou a festa da torcida nas arquibancadas da Ilha do Retiro.

Ficha do jogo

Sport: Magrão: Patric, Aílson, Tobi e Marcelo Cordeiro (Peri); Rithely, Anderson Pedra, Lucas Lima; Marcos Aurélio, Felipe Azevedo (Sandrinho) e Neto Baiano (Pereira). Técnico: Geninho

São Caetano: Rafael Santos, Samuel, Vágner, Luiz Eduardo e Fernandinho; Fabinho, Luciano, Wagner Carioca e Éder; Marcelo Soares e Cassiano. Técnico: Pintado.

Local: Estádio da Ilha do Retiro
Árbitro:Marcos Andre Gomes da Penha (ES)
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Jose Eduardo Calza (RS)
Gols: Neto Baiano, aos 17 minutos do primeiro tempo, e aos 13, e Marcos Aurélio, aos 46 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Vágner, Cassiano, Marcelo Cordeiro e Felipe Azevedo.
Público: 23.912.
Renda: R$ 334.935,00.

Redação MeuSport

  1. waltersilva disse:

    vamo pra cima do ceara…nada de jogar por empate…..e ganhar e ganhar,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

  2. Antonio Cruz disse:

    A paixão de boa parte da crônica esportiva pernambucana, em alguns momentos, beira a insensatez. Ouvindo Ralfh Carvalho hoje, o mesmo chegou a ponto de dizer que a zaga do Santa Cruz é melhor que a do Sport, e que o meio de campo do Santa cruz também. Onde Everton Sena é melhor que Vinicios Simon? onde Renan Fonseca é Melhor que Ailson? Onde que esse tal de Manuel é melhor que Rithely ou mesmo Anderson Pedra, do qual era reserva? Onde Raul é melhor que Lucas Lima? Onde Sorriso é melhor que Ailton? Nobre Ralfh de Carvalho, MENOS, vamos deixar a paixão clubista para os torcedores, e não para pessoas como vocês, que são formadores de opiniões. Outra coisa, Eu assistir o jogo do Santa através do canal 239, e digo sem medo de errar, o ataque do Betin, deu um vareio de bola na defesa do Santa Cruz, e se não fosse o goleiro Tiago Cardoso, o Santa teria levado uns três gols no primeiro tempo.

  3. concordo com vc antonio….eles estao puxando muito o saco desse timinho de mendigo e catador de latinha não tem nem como comparar jogadores de time de 3divizão com qualquer outro de outra equipe de segunda.. só faltava eles dizerem que caça rato é melhor que o marcos aurélio…