Sport vence o Joinville de virada e volta ao G4

por em às 23:55




O Sport se recuperou na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite desta terça-feira, na Ilha do Retiro, pela 26ª rodada, o time rubro-negro venceu o Joinville, adversário direto na briga pelo acesso, pelo placar de 3 a 2, de virada, e voltou ao grupo que está mais perto da Série A.

Com a vitória, o Sport chegou aos 43 pontos e ao 4º lugar da tabela, superando o próprio Joinville, que ficou nos 42 e caiu para o 5° lugar. O Leão tinha deixado o pelotão da frente há cinco rodadas, quando o técnico Marcelo Martellote foi dispensado.  Desde a chegada de Geninho, os números são surpreendentes: em cinco jogos são quatro vitórias e apenas uma derrota.

Sport e Joinville fizeram um primeiro tempo bem corrido, com os dois times criando chances. No entanto, quem foi o primeiro a balançar as redes foi o Joinville, com o matador Lima. Após cruzamento na área, Lima subiu mais que todo mundo e desviou para uma linda defesa de Magrão, no rebote, na pequena área, a bola voltou para o atacante, que só tocou para o fundo das redes, com o gol aberto.

O Sport foi para cima e buscou de todo jeito o empate. Sempre dos pés de Marcos Aurélio, que saiam as principais jogadas pernambucanas. Eis que, aos 27 minutos, de fora da área, o atacante bateu uma bola muito bem colocada no canto do goleiro catarinense, que não alcançou. No segundo tempo, o Sport voltou mais perigoso e aos 15 minutos, fez o gol da virada. Após cruzamento rasteiro, a defesa do Joinville falhou e o lateral Patric apareceu livre e completou para o gol. O Joinville passou a ter o controle do jogo, com o Leão tentando nos contra-ataques.

Aos 25 minutos, numa rápida jogada, Ailton foi lançado e cruzou. Diego Jussani tentou cortar, mas ajeitou para Marcos Aurélio, que, na falha de Oliveira, só desviou de cabeça para o gol. No final, o Joinville chegou a fazer o segundo gol, com Marcelo Costa numa cobrança de pênalti. O Sport volta ao gramado na próxima sexta-feira, quando enfrenta o América-RN, mais uma vez, em Recife, na Ilha do Retiro, às 19h30.

FICHA TÉCNICA:

SPORT 3 x 2 JOINVILLE

SPORT – Magrão; Tobi, Pereira (Gabriel Santos) e Oswaldo (Rafael Pereira); Patric, Rithely, Ailton, Lucas Lima e Marcelo Cordeiro; Marcos Aurélio e Felipe Azevedo (Neto Baiano). Técnico: Geninho.

JOINVILLE – Oliveira; Eduardo, Sandro, Rafael e Bruno Costa; Augusto Recife, Marcus Vinícius, Marcelo Costa e Hernani (Diogo Oliveira); Edigar Junio (Kim) e Lima (Edu). Técnico: Ricardo Drubscky.

GOLS – Lima, aos 20 e Marcos Aurélio, aos 27 minutos do primeiro tempo. Patric, aos 16, Marcos Aurélio, aos 25, e Marcelo Costa, aos 37 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Marcelo Costa, Augusto Recife e Kim (Joinville); Lucas Lima (Sport).

ÁRBITRO – Grazianni Maciel Rocha (RJ).

RENDA – R$ 254.925,00

PÚBLICO – 18.018 pagantes.

LOCAL – Estádio da Ilha do Retiro, em Recife (PE).

Redação MeuSport

  1. Antonio disse:

    Tá dificil com estes laterais que temos.

  2. Eliasport disse:

    Os times bem sucedidos forma a Zaga com uma linha de 4 jogadores. O Sport precisa rever o posicionamento da zaga. Se tivéssemos uma zaga a altura do ataque estaríamos juntos do líder.

  3. Antonio Cruz disse:

    Geninho, isso que vocês está fazendo é uma irresponsabilidade com a torcida do Sport, escalar duas toupeira Gabriel e Tobi na zaga, quando na realidade deveria na pior das hipótese, colocar Rafael e aí poderia ser o Gabriel que é o menos ruim. Mas colocar os dois é Burrice. No meio você colocar Camilo que é uma desgraça, em detrimento a CHUMACERO, Outra burrice. Se você vai jogar com essas duas toupeira na zaga, o certo é entrar com três volantes, e nesse caso, deveria ser Rafael, Rithely e Chumacero. e nunca com Rithely e cinegrafista chamado Pedra. Torço para queimar minha língua, e ele faça uma partida regular como fez contra o Bragantino.