Sport vence o Guaratinguetá com golaço de Ailton

por em 17/09/13 às 23:20




O Sport recebeu o Guaratinguetá, nesta terça-feira, na Ilha do Retiro, e venceu por 1 a 0, em jogo válido pela 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado coloca o Leão, ainda em quinto colocado, a três pontos do G-4.

O autor do gol da vitória foi Aílton, ex-São Caetano. Aos 23 minutos do segundo tempo, Felipe Azevedo rolou para o meia, que chutou de primeira e acertou o ângulo esquerdo do goleiro Saulo, que nada pôde fazer.

Na próxima rodada, para manter o embalo na Série B e voltar ao G-4 da competição, o Sport tem um adversário complicado. O time de Geninho encara o líder Palmeiras, neste sábado, às 16h20 (de Brasília), no Estádio do Pacaembu.

O jogo

Logo depois de ser apresentado, Geninho já garantiu sua primeira vitória à frente do Sport na última rodada, contra o Figueirense, por 1 a 0. Nesta terça-feira, no entanto, seria o primeiro compromisso do treinador depois de ter conhecido o elenco e escalado o time titular como gostaria.

O apreço pelo 3-5-2, marcante em sua carreira, falou mais alto nos primeiros dias, e o Sport entrou com três zagueiros diante do Guaratinguetá. A formação, porém, não vinha sendo o suficiente ao longo do primeiro tempo para movimentar o marcador. Mesmo com o domínio do jogo, o time rubro-negro sofria para furar o bloqueio da defesa do Guaratinguetá.

Ao valorizar a troca de passes, a bola não chegava com dificuldade aos atacantes Marcos Aurélio e Felipe Azevedo, mas faltava paciência. Escalados como alas, George Lucas e Marcelo Cordeiro eram bastante acionados, chegavam com perigo ao ataque, e ainda não era o suficiente para balançar a rede do time paulista.

O Guaratinguetá, por sua vez, além de suportar a pressão rubro-negra, também conseguia escapar com velocidade. A formação com três jogadores de marcação no meio de campo facilitava a proteção da zaga, deixando Xuxa, Rodrigo Barreto e Cleiton Pedra com liberdade para atacarem, assustando o goleiro Magrão.

Com a igualdade no placar, Geninho resolveu mudar. O treinador tirou Vinícius Simon e colocou o atacante Nunes. Desta forma, o 3-5-2, ideal antes do apito inicial, deu lugar a um ofensivo 4-3-3. Em seguida, o treinador também sacou Lucas Lima e apostou em Aílton, e, para o alívio do comandante, o resultado não demorou a aparecer.

Depois de estrear diante do Figueirense, o meia contratado junto ao São Caetano entrou com a missão de movimentar o marcador e cumpriu a tarefa de uma forma primorosa. Aos 23 minutos do segundo tempo, Aílton recebeu o passe de Felipe Azevedo, mandou a bomba de fora da área e acertou o ângulo do goleiro Saulo. Um golaço na Ilha do Retiro.

A vantagem animou o time da casa, que seguiu pressionando o Guaratinguetá. Marcos Aurélio, Nunes, Felipe Azevedo e Aílton seguiam dando trabalho ao goleiro Saulo, sendo que a situação ficou melhor para o Sport na sequência. Aos 36, Pedro Paulo foi expulso por uma suposta agressão a Nunes, minando qualquer tipo de reação paulista.

FICHA TÉCNICA:
SPORT 1 X 0 GUARATINGUETÁ

Local: Ilha do Retiro, no Recife (PE)
Data: 16 de setembro de 2013 (terça-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo
Assistentes: Sandro do Nascimento Medeiros e Adeílton Guimarães da Hora
Cartões Amarelos: Ruan e Fransérgio (Guaratinguetá)
Cartão vermelho: Pedro Paulo (Guaratinguetá)
Gol: SPORT: Aílton, aos 23 minutos do segundo tempo

SPORT: Magrão; Oswaldo, Pereira e Vinícius Simon (Nunes); George Lucas, Anderson Pedra, Rithely, Lucas Lima (Aílton) e Marcelo Cordeiro; Marcos Aurélio (Chumacero) e Felipe Azevedo
Técnico: Geninho

GUARATINGUETÁ: Saulo; Murilo (Michel), Pedro Paulo, Marquinhos e Ruan; Thiago Ulisses, Coelho, Fransérgio e Xuxa (Davi Ceará); Rodrigo Barreto e Cleiton Pedra (Leandro Ferreira)
Técnico: Toninho Cecílio

Redação MeuSport

  1. Nelsinho10 disse:

    Bela vitoria do SPORT contra o Guará, mas por favor diretoria deixe de ser amadora e não tragam CIRO de volta, CIRO quando saiu do SPORT foi banco em todos os clubes por onde passou.

  2. Antonio disse:

    Ciro é bom , o problema que na época não havia meias de armação