Bruno Mineiro em busca da titularidade

por em 05/09/11 às 12:35




Por Redação meuSport.com

Ao marcar dois gols na vitória diante do Guarani, no sábado, o atacante Bruno Mineiro mostrou que está na bri­ga para ser titular do Sport. Artilheiro do Sport neste Campeonato Brasileiro da Série B, com seis gols, ao lado de Marcelinho Paraíba, o atleta ainda não foi escalado de frente desde a chegada do técnico Paulo César Gusmão. Com o treinador anterior, Mazola Júnior, Bruno chegou a ter uma boa sequência de jogos, mas depois da derrota para o Boa Esporte/MG, fora de casa, foi sacado do time e não voltou a ser titular.

Radiante, o atleta era só felicidade após a partida. “Sempre vim trabalhando muito forte, procurei nunca desistir. O professor PC está chegando agora e ainda está conhecendo o grupo, e um atacante precisa estar sempre pronto. Cada um de nós está buscando espaço e eu vou atrás do meu também. Quero dar confiança para o PC, só quem ganha com isso é o grupo”, destacou Bruno, que ao todo já anotou nove gols na temporada. Ele sabe que um resultado positivo diante do Grêmio Barueri, fora de casa, na próxima rodada, pode até colocar o Leão no G4. “A gente vê que os nossos concorrentes jogam tranquilos fora de casa, e nós também precisamos disso. Estamos cientes”, completou Bruno Mineiro.

Como o jogo contra o Barueri só acontece no próximo sábado, os atletas ganharam folga ontem e hoje e só retornam aos trabalhos amanhã, em dois períodos. A viagem para São Paulo está marcada para quinta-feira. Satisfeito com o momento do time – está invicto há quatro jogos, com três vitórias e um empate -, PC Gusmão enfatizou o empenho de todo o elenco. “A entrega dos jogadores dentro de cam­po vale muito. Eu vim apenas para unir forças em torno um clube que tem uma diretoria e uma comissão técnica muito vibrante. Me senti em casa muito rápido e passamos esta vibração para os jogadores. Eles sabem que não podemos errar e o comprometimento deles está sendo fundamental”, analisou o treinador, que não poderá contar com o meia Maylson, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.