Preparo físico dos jogadores melhorou

Publicado em: 16/10/07 às 19:31

Na virada do primeiro para o segundo turno, o técnico Geninho solicitou ao departamento físico e de fisiologia do Sport, uma bateria de testes para avaliar as condições físicas de cada jogador. Ele acreditava que o preparo defasado era um dos principais problemas dos atletas. Os testes apontaram o que Geninho já esperava. O grupo não estava bem condicionado para o nível de exigência do Campeonato Brasileiro.

Muitos desses problemas acontecem pela falta de tempo para a realização de uma boa pré-temporada. Outro fator que pode ter causado uma disparidade grande entre os resultados dos jogadores é a contratação de atletas durante o campeonato. Muitos podem não ter trabalhado a parte física com o devido cuidado no clube onde onde atuavam.

Hoje o elenco leonino foi submetido ao novo teste, para avaliar se as providências tomadas na virada para o returno surtiram efeito. E para a alegria de todos envolvidos com o futebol do Leão, todo o treinamento aplicado aos jogadores foi eficaz. No teste de resistência em velocidade, onde os jogadores realizam uma volta ao redor do campo, a melhora na manutenção da velocidade foi de 30%. A média geral do elenco foi de 25km por hora. Jogadores como Gustavo e Adriano Gabiru, que estavam entre os piores no desempenho físico, tiveram a melhora mais acentuada nos testes. O zagueiro baixou seu tempo de 46,18s para 43,93s. O meia Gabiru conseguiu a marca de 45,24s, quando no teste passado cravou 48,21.

O fisiologista do Sport, Inaldo Freire, explicou a importância dos testes para esse final de campeonato. "O teste é muito importante. Mostra que o trabalho dos preparadores foi bem executado. E quando passamos os resultados para os jogadores, melhora a confiança dos atletas saber que estão em forma", explicou Inaldo.

Gustavo Paes
Redação meuSport.com