Vôlei – Sport vai disputar a Superliga

por em às 1:30




A espera finalmente acabou. Ontem, o Sport confirmou, junto à Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), a sua participação na Superliga feminina, tornando-se a primeira equipe do Nordeste a jogar a competição, desde que ela ganhou essa denominação, em 1993.


Agora, jogadoras, comissão técnica e diretoria do Sport podem respirar aliviados, pois todo trabalho do time, que conquistou a vaga no campeonato com um vice-campeonato da Liga Nacional, não foi em vão. “Todos nós estamos muito felizes. Já intensificamos os treinos e vamos procurar algumas jogadoras”, afirmou o técnico rubro-negro Zé Alves, que em entrevista a Folha de Pernambuco, no último domingo, disse temer pela não participação do time. “Temo muito pela negativa”, declarou o treinador.


Mesmo destino não teve a equipe da Furb/SC, campeã da Liga Nacional. Elas não confirmaram participação na Superliga e acabaram ficando de fora da elite do vôlei, mesmo conquistando a vaga em quadra. Com isso, é lá que o Leão pretende buscar alguns de seus reforços. A oposta Grace, 26 anos, maior pontuadora da Liga, e a ponteira Lousi, 20, foram indicadas pela comissão técnica para a diretoria. “Agora é correr contra o tempo. Vamos atrás das jogadoras para completar o time”, disse o vice-presidente Monteiro.


O gerente da Unidade de Competições Nacionais da CBV, Renato D´Avila, explicou porque o Sport foi incluído na Superliga mesmo após o prazo de inscrições ser encerrado. “O Sport tem direto adquirido pelo segundo lugar na Liga Nacional. O clube conseguiu viabilizar financeiramente sua presença e será o representante do Nordeste nesta Superliga. Na próxima semana, estarei no Recife vistoriando as instalações”, disse, por meio da assessoria de imprensa.


A participação rubro-negra só pôde ser confirmada devido às parcerias com o Governo do Estado, a Prefeitura Municipal do Recife e a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf). “Agradecemos a todos os parceiros e à CBV, que facilitou a nossa participação na Superliga”, contou Monteiro, que também teve o auxílio da Federação de Voleibol de Pernambuco (Fevepe) nas negociações.


Com partidas transmitidas pela televisão (canal fechado Sportv), os principais jogos do Sport serão realizados no ginásio do Geraldão. “Esperamos casa cheia, já que as grandes estrelas do voleibol brasileiro virão para cá. Essa lado vai ser importante também, por conta da arrecadação, que pode nos ajudar bastante”, revelou o dirigente.