Zetti passa a ser opção

por em às 8:07




Enquanto Gallo sai da lista de opções para a próxima temporada, por conta de uma proposta tentadora dos Emirados Árabes, Zetti volta a ser cogitado para assumir o comando técnico do Sport. Mas a possível vinda do ex-goleiro depende de um complexo acerto financeiro. O clube ainda deve bastante dinheiro ao profissional, dívida esta contraída quando da passagem do ex-atleta pelo Rubro-negro, durante o primeiro semestre de 2001. Cuca também segue conversando com o Leão.

A “paquera” do Sport com Zetti não é recente. A primeira tentativa de contratá-lo como técnico foi ainda em 2001, algo parecido com o que aconteceu com Leão em 1987. A idéia era que ele se aposentasse como jogador com a camisa rubro-negra e assumisse o comando técnico. Na época, a idéia não progrediu. O ex-goleiro da Seleção Brasileira preferiu aprimorar as habilidades categorias de base do São Paulo e só assumiu uma equipe em 2003, o ainda desconhecido Paulista de Jundiaí.

Mas o grande ano do treinador foi 2004. Depois de levar o Paulista ao inédito vice-campeonato estadual, Zetti foi um dos responsáveis pela segunda colocação do Fortaleza no Campeonato Brasileiro da Série B. Este ano, porém, a maré não é das melhores, pois foi dispensado pelo Bahia e pela Ponte Preta. Mesmo assim, recebeu outros três convites para dirigir o Sport no decorrer da temporada, tendo recusado todos eles. Agora, volta a ser assediado pelos diretores leoninos.

O treinador preferido pelo clube, na realidade, era Givanildo Oliveira. O técnico, entretanto, mostra-se bastante concentrado no quadrangular final do Campeonato Brasileiro da Série B e disse que só sentaria para conversar com a direção leonina após o término da competição. Mas os dirigentes rubro-negros não querem esperar até o final de novembro. As condições do técnico do Santa Cruz são semelhantes às impostas por Estevam Soares, que está no comando da Ponte Preta.

Apesar da pressa pela confirmação do comandante da próxima temporada, os dirigentes do Sport já admitem esticar o prazo das negociações, antes limitado em 20 de outubro. A primeira providência foi adiar em cinco dias a data da reapresentação dos jogadores. A princípio, o elenco estaria voltando nesta quinta-feira, mas os jogadores só irão aparecer na próxima terça-feira. “Depois da desistência de Gallo, pode ser que demoremos um pouco mais”, disse o diretor Guilherme Beltrão.