Faltam três para fechar lista de Heriberto

por em às 13:18




Das doze contratações pedidas pelo técnico Heriberto da Cunha para a temporada 2005, que tem início no dia 16 de janeiro, quando o Sport estréia no Campeonato Pernambucano jogando contra o Petrolina, na Ilha do Retiro, a diretoria rubro-negra fechou o ano que terminou ontem, com a pendência de três jogadores, um volante e dois meias-armadores. Até o momento foram contratados nove atletas: os zagueiros Romildo, Sandro e Leo Oliveira, o volante Doriva, os laterais Possato e Sérgio e os atacantes Vinícius, Brasília e Reinaldo Aleluia.

Segundo o diretor de futebol, Ricardo Brito, o elenco rubro-negro, ainda, é carente quanto a um cabeça-de-área e dois meias avançados. Especula-se que os primeiros jogadores com quem o Sport está contactando são o meia Fumagalli e o volante Chicão. Ambos jogaram em 2004 pelo Fortaleza, que ascendeu à Primeira Divisão nacional. “São bons jogadores, que interessariam a qualquer clube. Mas não temos nada de concreto”, despistou o dirigente.

O técnico Heriberto da Cunha ressaltou o empenho da diretoria para montar o elenco rubro-negro, porém alerta sobre a necessidade de estar com o grupo organizado antes do início do campeonato. “É preciso definir logo a base do time, para chegarmos forte ao Pernambucano. Depois, aos poucos, a gente pensa em reforçar o elenco”, comentou.

Sobre a especulação em torno do meia Jackson, que brilhou na Ilha em 1998, Brito foi categórico. “Sempre tivemos interesse no regresso dele. Mas garanto, ele não está, pelo menos no momento, na lista do Sport”.

O assunto Kuki, que voltou a circular na Ilha, anteontem, gerou tremendo mal-estar entre diretores rubro-negros e alvirrubros. Todos só vão se pronunciar sobre uma possível transferência do atacante para o Sport, segunda-feira, quando o atleta terá uma conversa definitiva com a direção do Náutico.